Conecte-se

Atirador esportivo é preso e processado em São Paulo

Atirador Esportivo

NOTÍCIAS

Atirador esportivo é preso e processado em São Paulo

NOTA DE RETRATAÇÃO
Bruno de Paula, que aparecia na foto da matéria a seguir, solicitou a retirada de sua imagem por não ter nenhum vínculo com o ocorrido. O Correio Sampa, retirou a imagem assim que comunicado pelo nobre atirador.
Bruno, assim como Vitor Oliveira, são praticantes de tiro esportivo e defensores do cidadão de bem ter chance de defesa.

—————–MATÉRIA————————-

Há legislação específica que permite o porte de arma de fogo para atiradores esportivos mas Policias Militar e Civil de São Paulo parecem desconhecerem.

Vitor Oliveira, 32, atirador esportivo, no último sábado (10), seguia de sua residência para o clube de tiro esportivo MJN, localizado na Av. São João, centro de São Paulo, onde praticaria tiro esportivo.

A pouco menos de um quilômetro do clube, Vitor, foi parado em uma blitz da Polícia Militar. Assim que encostou seu veículo, ele informou aos policiais que estava em posse de uma arma de fogo municiada, legal e registrada, para uso exclusivo em clube de tiro, assim como prevê a portaria Nº 28 – COLOG, do Comando Logístico do Exército Brasileiro.

Vitor, mesmo após apresentar a documentação da arma, do seu registro como atirador esportivo e a portaria do Comando Logístico do Exército Brasileiro, foi conduzido ao 8ºDP, no Brás. Ele foi preso, solto posteriormente e vai responder por porte ilegal de arma de fogo. “Eu tive uma abordagem bem ríspida, eles (policiais) vieram dizendo que eu não era policial e por isso não podia ter uma arma…”, diz Oliveira.

O Correio Sampa entrou em contato com a Secretaria de Segurança Publica de São Paulo, mas até o fechamento desta matéria não obteve resposta.

O QUE DIZ A PORTARIA DO COMANDO LOGÍSTICO DO EXÉRCITO
O artigo 135-A , diz “Fica autorizado o transporte de uma arma de porte, do acervo de tiro desportivo, municiada, nos deslocamentos do local de guarda do acervo para os locais de competição e/ou treinamento.”

VÍDEO
Vitor postou vídeo com seu relato. O vídeo, com 4 horas no ar, já conta com mais de 16 mil visualizações. Confira:

5 Comentários

5 Comments

  1. Alex

    15/06/2017 em 7:45 PM

    E ainda falam do regime militar.
    Essa é a ditadura civil.

  2. Mário Silva

    16/06/2017 em 10:17 AM

    O que mais aborrece é que, provavelmente, um bandido teria passado na mesma blitz com arma de fogo! Quanta falta de informação e de treinamento dos policiais!

  3. Fah M.

    17/06/2017 em 1:25 PM

    Correção
    A arma dev estar DESMUNICIADA…. a lei diz isso. NAO PODR ESTAR MUNICIADA NO TRAJETO. so pofe municiar no local.
    Vocrs acham mesmo a PM ia fazer algo fora da lri? A situação ja ta ruim pr PM qto mais agir fora do q dita a lei.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em NOTÍCIAS

Advertisement

Estamos no Facebook

Subir